CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Fusca Poético levará intervenções culturais aos campi

Projeto de extensão é desenvolvido por alunos do 5º termo do curso de Artes Visuais da Unoeste


email facebook twitter whatsapp

Foto: Cedida Fusca Poético levará intervenções culturais aos campi
A cada dois meses o fusca receberá novas intervenções de diferentes artistas prudentinos
Foto: Cedida Fusca Poético levará intervenções culturais aos campi
Para primeira intervenção, após estudos realizados, os alunos da graduação escolheram a cor azul como plano de fundo


Legenda B: A cada dois meses o fusca receberá novas intervenções de diferentes artistas prudentinos

A professora Zenilda Alexandre Pasquini, do curso de licenciatura em Artes Visuais da Faculdade de Ciências, Letras e Educação (Faclepp) da Unoeste, desenvolve um projeto de extensão inusitado. Trata-se do Fusca Poético, uma intervenção de arte pública nos campi I e II, entre outros espaços públicos de Presidente Prudente. Para a execução do projeto, a idealizadora conta com o envolvimento e dedicação de 25 alunos do 5º termo da graduação. Nesse sábado (3), a turma iniciou a primeira etapa da pintura do carro.

Conforme a docente, o trabalho teve início em outubro passado com o processo criativo. Composições inéditas foram elaboradas e selecionadas. Em seguida, foram realizados os estudos das harmonias cromáticas. Ela conta que foi escolhida a cor azul para a pintura de fundo. Antes, eles se reuniram para dividir a parte do carro que cada um ficaria responsável pela criação visual. “Os alunos traçaram o desenho sobre papel para que tivéssemos uma noção de como ficaria a arte final no fusca”.

A previsão é que até o dia 24 deste mês o Fusca Poético seja exposto para o público no calçadão do campus I. Além dos campi da universidade, a professora conta que a ideia é expor o carro em outros espaços públicos da cidade. “A proposta é levar arte para o público que não tem acesso”.

No período de aproximadamente um ano, o fusca receberá o trabalho de outros artistas prudentinos. “Já fizemos o convite a diversos profissionais e para alunos de outros cursos da universidade. A intenção é que a cada dois meses o carro receba novas intervenções. Já está confirmada a de fotografias, que será desenvolvida pelo professor da Faclepp e também da Faculdade de Comunicação Social (Facopp) e fotógrafo, Paulo Miguel, e outra, com poemas de alunos do curso de Letras, sob a coordenação da professora Luciane Cachefo”, completa.

Conforme Pasquini, o objetivo é “proporcionar aos alunos/artistas espaço para mostrar os trabalhos, experimentação de linguagens poéticas e inusitadas formas de expressão; pesquisar e usar materiais alternativos para fazer arte; trabalhar a arte contemporânea; e dar oportunidade ao cidadão comum que usufrui do espaço urbano de apreciar a arte”.

Os alunos de Artes Visuais devem concluir a pintura nos próximos sábados. “Formas inusitadas e cores harmoniosamente dispostas sobre o carro enfatizarão o espaço da instalação, proporcionando uma imagem alegre e expressiva”. De acordo com Pasquini, com a finalização do projeto, o carro ficará como patrimônio da Unoeste.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem