CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Pós em Engenharia Urbana dá a oportunidade de estudo prático

Experiência sobre gerenciamento de resíduos sólidos urbanos é vivenciada na empresa Transforma Energia


email facebook twitter whatsapp Linkedin

Foto: Cedida Pós em Engenharia Urbana dá a oportunidade de estudo prático
Orientação durante a visita técnica na empresa Transforma Energia

Com o objetivo de ver na prática como funciona o tratamento e destinação final do gerenciamento de resíduos sólidos urbanos, o curso de pós-graduação em Engenharia Urbana da Unoeste promoveu visita técnica de alunas e com o envolvimento de convidados à Transforma Energia, recém-inaugurada no município de Caiabu, na região de Presidente Prudente. Empresa que possui um dos mais modernos complexos industriais de recebimento de resíduos do país e a primeira a desenvolver projeto que atende em 100% o novo marco regulatório de tratamento e destinação final de sobras ou descartes que causariam impactos negativos no meio ambiente.

A visita ocorreu na tarde de sexta-feira (23), coincidindo com a busca pela Zilor Energia e Alimentos de material de alto poder calorífico para utilização junto com a biomassa da cana-de-açúcar na geração de energia elétrica limpa e renovável.  Com 75 anos produzindo para atender clientes no Brasil e em mais de 60 países, a Zilor possui na região de Prudente uma unidade em Quatá. Alunos e profissionais das engenharias ambiental e civil puderam ver essa conexão de empresas atuando em benefício do meio ambiente e das pessoas; o que também ocorre com a Unoeste que está na contagem regressiva dos seus 50 anos em 2022, com campi em Prudente, Jaú e Guarujá.

Entendimento prático

A professora mestre Leila Maria Sotocorno e Silva avalia como muito proveitosa a visita guiada por dois profissionais da empresa: a engenheira ambiental doutoranda na área Nelissa Garcia Balarim, que tem atuação docente na Unoeste; e o engenheiro civil Bruno Leite, egresso da Unoeste na turma de 2016. A turma da disciplina Gerenciamento de Resíduos Sólidos Urbanos foi representada por duas alunas que moram mais perto e trabalham nas prefeituras de Alfredo Marcondes, na região de Prudente, e de Porecatu, na região de Londrina (PR); respectivamente as arquitetas e urbanistas Bárbara Kushikawa Silva e Emilly Ketlin Mignaca, ambas egressas da Unoeste.

Conforme Leila, que também é coordenadora do curso de graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária da Unoeste, na Transforma Energia foi possível acompanhar o processo de tratamento e destinação de resíduos volumosos, tais como sofás, armários, geladeiras e fogões. Acompanhamento que possibilitou entender na prática como funciona o gerenciamento dos resíduos sólidos, nas etapas de tratamento e destinação final.  Para os visitantes, a Transforma Energia é modelo do que é correto em tratar a destinação de rejeitos que são reaproveitados, evitando o descarte irregular no meio ambiente e, com isso, gerando qualidade de vida.

Foto: Cedida Grupo de visitantes e os profissionais que fizeram a recepção
Grupo de visitantes e os profissionais que fizeram a recepção

Abertura de horizontes

Para Bárbara, a visita à Transforma Energia possibilitou a abertura de horizontes sobre tratamento de resíduos sólidos. "A gente consegue ter mais noção das possibilidades existentes no tratamento dos resíduos. Tudo o que é novidade vem para auxiliar por um futuro melhor, através de bons exemplos. É fora de escala o modelo implantado na Transforma", cita em tom de manifestação de surpresa com a grandiosidade do complexo industrial instalado em Caiabu, a 20 km de Prudente. Entende que processar resíduos sólidos é ter a cidade mais limpa. “Não adianta apostar em campanha de redução de resíduos, caso não tenha para onde levar o restante”, pontua.

A Transforma Energia foi inaugurada no dia 25 do mês retrasado, oportunidade em que o diretor-presidente Felipe Nunes Barroso recebeu o secretário estadual de meio ambiente Marcos Penido, acompanhado do deputado Mauro Bragato e recepcionado pela prefeita Suelen Mative. A empresa trabalha simultaneamente em três frentes: construção civil, grandes volumes e resíduos sólidos urbanos; aberta para atender diversos segmentos públicos ou privados. Inicialmente, opera a Planta de Grandes Volumes, com capacidade de 20t por hora; e a Planta de Resíduos de Construção Civil, com 75t por hora.

Inscrições abertas

A Especialização em Engenharia Urbana é ofertada pela Unoeste para profissionais da área das engenharias e de profissões voltadas para atender as demandas de administrações públicas. A duração é de 20 meses com aulas quinzenais aos sábados, das 7h às 12h e das 13h às 17h, no campus 2, em Prudente. Pós-graduação voltada à capacitação de profissionais para trabalhar com problemas urbanos, cuja demanda de mercado tem aumentado cada vez mais. As inscrições estão abertas para nova turma e podem ser feitas no site da Unoeste até 10 de agosto, com as aulas previstas para começarem no dia 14.

 

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem