CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Graduação | Design de Interiores | Pesquisa Científica

Design de Interiores

Tecnologia | 4 semestres letivos | Noturno | Presidente Prudente
  • 2ª Melhor Universidade Particular do Estado de São Paulo
  • Avaliação do MEC - CC 5
  • RUF

Pesquisa Científica


Buscar projeto por

Resumo:
Os espaços públicos urbanos são fundamentais na estruturação das cidades. As praças e parques, como elementos do espaço público, são estruturadores e cujas áreas ocupadas precisam ter relação direta à população urbana, assim como possibilita maior permeabilidade de solo nas cidades, diminuindo os problemas causados pelo escoamento superficial das águas de chuva. Dessa forma, o estudo das áreas ocupadas por praças e parques é de grande importância, verificando se são suficientes para cada cidade. Esta pesquisa visa a fazer tal levantamento para a cidade de Presidente Prudente, no estado de São Paulo, atualmente (2015). Por meio de levantamentos executados em outros projetos de pesquisa cadastrados junto à CCPq-UNOESTE, em andamento ou já finalizados, sabe-se que muitas áreas legalmente instituídas como áreas verdes tiveram seus usos alterados, inclusive com execução de habitação de interesse social. A metodologia a ser utilizada está baseada em aprofundamento teórico conceitual, identificação de vazios por meio de imagens de satélite (como Google Earth) e levantamentos de campo dos vazios, praças e parques.

Protocolo: 2409 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2015 - 7/2018 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): PATRICIA REINERS CARVALHO
SIBILA CORRAL DE ARÊA LEÃO HONDA
MARCOS NORBERTO BOIN
MARIA ALESSANDRA BACARO BOSCOLI
DJANINE DOLOVET MARTINS
YEDA RUIZ MARIA
MAYARA PISSUTTI ALBANO VIEIRA
FABRÍCIA DIAS DA CUNHA DE MORAES FERNANDES
ANDRÉ LUIZ CASTEIÃO

Resumo:
Esse estudo se insere no campo interdisciplinar da Psicologia Social com o Design e tem por objetivo investigar através de uma pesquisa bibliográfica, as considerações feministas sobre os discursos veiculados pela mídia e reproduzidos socialmente sobre o que é ser mulher na contemporaneidade, assim como os papéis e padrões sociais impostos às mulheres. Entendendo a mídia como um equipamento que produz modos de subjetivação, e que atua de modo específico na captura da subjetividade das mulheres, será feita uma análise através dos dados coletados e da bibliografia discutida, averiguando se o feminismo cria condições que possam se configurar em recursos para desnaturalização e ressignificação de discursos opressores sobre a mulher, e possibilitadores de outros modos de existência e de subjetivações para as mulheres na sociedade.

Protocolo: 2394 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2015 - 6/2016 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): BIANCA SILVA BIANCHI
RAFAELA DA SILVA ARAUJO
Professor(es): JOANA SANCHES JUSTO

Resumo:
Este trabalho é um estudo sobre o novo fenômeno social, a selfie, na perspectiva das Artes Visuais e da Psicologia, com objetivo de retratar sobre esse espetáculo contemporâneo, sobre a estética da autoimagem dos indivíduos e a comercialização desse novo produto que gera uma alienação, ou seja, a sociedade reproduz sem questionar o acontecimento e ela pode ser, também, uma expressão da personalidade do sujeito. Portanto, esse projeto busca realizar uma análise crítica das selfies, desde o surgimento dos retratos na arte até nos dias de hoje, com a relação do homem a sua imagem.

Protocolo: 2397 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2015 - 8/2016 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): TAMIRES SILVA ROSA
BRUNA MARTINS DA SILVA ALVES DE SOUZA
JAQUELINE PEREIRA DE VASCONCELOS
Professor(es): JOANA SANCHES JUSTO
RICARDO ELEUTERIO DOS ANJOS
Alguma mensagem