CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Fundação Oeste Paulista oferta produção de embriões in vitro

Iniciativa em parceria com o grupo de estudantes Biotera contempla estudantes de cursos de graduação


email facebook twitter whatsapp Linkedin

Foto: Cedida Fundação Oeste Paulista oferta produção de embriões in vitro
Minicurso no Laboratório de Biotecnologia em Saúde, no campus I da Unoeste

A Fundação Oeste Paulista de Inovação (Fopi) e o grupo de pesquisa em biotecnologias reprodutivas Biotera promovem o minicurso de produção de embriões bovinos in vitro. As aulas são ministradas por estudantes de mestrado e doutorado do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciência Animal. São contemplados com o aprendizado estudantes de cursos de graduação das áreas das ciências agrárias, biológicas e de saúde.

O presidente da Fopi e coordenador do programa Dr. Anthony Cesar de Souza Castilho conta que o grupo tem como foco o estudo de substâncias consideradas desreguladores endócrinos que afetam a reprodução humana, usando como modelo de estudos a espécie bovina. Diz que cada edição do minicurso limita em cinco alunos para que, dessa forma, recebam atenção individualizada, permitindo maximizar o aprendizado.

Em relação ao conteúdo, ele diz que é abordado de forma teórica todo o processo que envolve a produção de embriões bovinos in vitro (Pive). “Além de realizarem na prática as principais etapas da Pive, como obtenção de oócitos, maturação, fertilização e cultivo in vitro, além de visualização e classificação das fases de desenvolvimento dos embriões bovinos”, explica. 

Conforme o Dr. Anthony, a produção in vitro de embriões bovinos é um importante nicho de mercado, visto que o Brasil representa de forma expressiva a produção mundial. “Essa biotécnica reprodutiva é uma ferramenta fundamental para o melhoramento genético animal para o aumento de produção de subprodutos como carne e leite, conservação de espécies ameaçadas de extinção, desenvolvimento de produtos e para modelo experimental visando a pesquisa científica”, pontua. 

Ao final do 1º minicurso, de quinta a sábado da semana passada, no Laboratório de Biotecnologia em Saúde, o grupo Biotera recebeu feedback positivo dos participantes da primeira edição que foram, exclusivamente, alunos do curso de Medicina Veterinária. A perspectiva da Fopi e do Biotera é de realizar mensalmente o minicurso, com a disponibilização de dois canais para acesso dos interessados.

Serviço 

Os interessados no minicurso de produção de embriões bovinos in vitro podem entrar em contato pelo email biotecnologiaemsaude@unoeste.br  e/ou pelo Instagram @biotera_reproducao.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem