CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Eventos globais ambientais estão com as inscrições abertas

Congresso internacional abriga simpósios e democratiza a participação para promover a inteligência coletiva


email facebook twitter whatsapp Linkedin

Foto: Cedida Eventos globais ambientais estão com as inscrições abertas
Dra. Alba Arana: eventos internacionais ambientais com oportunidade para a participação de todas as pessoas

Com expressiva história de contribuição que se expande da região de Presidente Prudente para o Brasil e o exterior, o Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional (PPGMadre) da Unoeste, anuncia a realização do 2º Simpósio Internacional de Meio Ambiente (SIMeA). O evento está inserido no 2º Congresso Internacional Ambiente e Sustentabilidade – Construção Coletiva Participativa (Cias). Com o intuito de proporcionar uma ampla participação, o evento está aberto para todos os interessados e almeja promover a inteligência coletiva tão relevante nestes tempos da pandemia do novo coronavírus.

Existem ainda outros dois eventos incluídos na mesma programação do Cias: o 1º Simpósio Internacional de Tecnologias Limpa (SInTel) e o Gedae 2021 – Gestão de Resíduos e Saneamento Ecológico. Quatro eventos com traduções em quatro idiomas: francês, espanhol, português e inglês. Participação de 32 universidades, sendo 16 nacionais e 16 internacionais, de cinco órgãos governamentais, de empresas e Organizações não Governamentais (ONGs). 

A realização será de 7 a 12 de setembro. A organização teve mais de 20 reuniões para elaborar uma programação de 50 horas. Serão pelo menos 10 horas diárias divididas entre os períodos da manhã, tarde e noite. Conforme a coordenadora do PPGMadre, Dra. Alba Regina Azevedo Arana que faz parte da organização dos eventos e também da comissão científica, haverá ainda 15 palestras internacionais, oito nacionais, oito mesas-redondas nacionais e cinco internacionais, quatro rodas de conversa, dentre outras atividades.

Inteligência coletiva

O Cias é o evento guarda-chuva que abriga os demais e tem como temática central o “Saneamento das cidades e sistemas sustentáveis: inteligência coletiva em crises sanitárias”, guiando o diálogo dos eixos temáticos. O Cias tem o olhar voltado para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que constituem a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). O Cias se propõe conhecer e integrar as soluções locais em diferentes regiões do planeta.

O SIMeA está inserido no Cias como um espaço de discussão sobre as principais questões socioambientais globais relacionadas ao novo coronavírus, com abordagens relacionadas às políticas públicas, saúde, ambiente, inovação e a pesquisa em ciências ambientais nestes tempos de pandemia. Conforme a Dra. Alba, o simpósio é um evento que une ao objetivo acadêmico, a possibilidade de prospecção de projetos e parcerias internacionais como processo permanente de internacionalização do PPGMadre.

O Gedae 2021 tem seu debate programado sobre a gestão de resíduos e saneamento ecológico em áreas de desenvolvimento e em crise; mediante conferências, workshops de reflexão e debates. Realização do Centro Francófono para Pesquisa de Parceria em Saneamento, Resíduos e Meio Ambiente (Cefrepade), da França. O SInTel está voltado à abordagem sobre as principais questões sociais, econômicas, ambientais e tecnológicas; organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Limpas, da Universidade de Maringá (UniCesumar).

O Cias nasceu com Maria Eulaidia de Araújo, doutora em geografia e planejamento urbano no Instituto Nacional de Ciências Aplicadas de Lyon (Insa), da Universidade de Lyon, na França. Sua atuação como pesquisadora científica tem o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e sua área de domínio compreende planejamento ambiental e comportamento humano. Também atua como consultora e facilitadora organizacional, trabalhando com metodologias participativas e de comportamento socioambiental.

Inclusão e justiça social

Como proposta de ação devolutiva de sua pesquisa no doutorado na França, o Cias surgiu em decorrência da crise sanitária da Covid-19 e teve origem no Instituto de Educação e Formação Empreendedora (IFEE), através do projeto Empreendimentos e Transformação de Recicláveis (Entre), no estado do Ceará. Iniciativa construída em processo coletivo, com o entendimento de que a inclusão é a base da justiça social e ambiental; e que casos como o da pandemia do novo coronavírus servem para reafirmar a necessidade do cuidado de todos com a vida e com o planeta.

Em termos de Brasil os eventos têm como parceiros e apoiadores instituições particulares e públicas dos seguintes estados: Ceará, São Paulo, Paraná, Sergipe, Mato Grosso, Bahia, Rio Grande do Norte, Amazonas e Santa Catarina; além do distrito federal Brasília. Os envolvimentos internacionais são do México, Colômbia, Argentina, Equador, Portugal, França, Cuba, Espanha e Estados Unidos. Podem se inscrever e participar atores sociais de qualquer parte do planeta, estudantes e profissionais com formação superior ou não, com atuação nos mais diferentes segmentos da iniciativa privada ou pública.

Inscrições

Para participar basta se inscrever no site do evento neste link.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem