CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Educa Pontal faz a diferença ao ensino durante a pandemia

Ações do primeiro semestre deste ano envolveram mais de 5,3 mil alunos e 834 profissionais da educação


email facebook twitter whatsapp Linkedin

Foto: Reprodução Educa Pontal faz a diferença ao ensino durante a pandemia
Dirigente Enio Magro, Educa Pontal: contribuição fundamental que ganhou maior importância durante a pandemia

Criado e implantado em 2019, ano que antecedeu o início da pandemia do coronavírus, o Programa Educa Pontal foi fundamental para manter em 2020 o foco do ensino público no Pontal do Paranapanema e agora em 2021 para ampliar o suporte pedagógico, tecnológico e de formação cidadã em 29 escolas estaduais de oito municípios vinculados à Diretoria de Ensino da Região de Mirante do Paranapanema. No primeiro semestre deste ano foram impactados diretamente 5.380 alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º do ensino médio e 834 profissionais da educação.

A atuação coordenada, colaborativa e inovadora do programa mantido pela Diretoria de Ensino em parceria com a Unoeste, esteve plenamente atrelada a dois programas da Secretaria de Estado da Educação: o Inova Educação, voltado em oferecer novas oportunidades para todos os estudantes; e o Conviva SP, de melhoria da convivência e proteção escolar. O Educa Pontal está sendo o diferencial para amenizar os impactos causados pela pandemia na educação, ainda que tenha sido criado antes que sequer alguém pudesse imaginar a devastadora ação da Covid-19.

Impacto amenizado

Conforme a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), agência da Organização das Nações Unidas (ONU), a doença já impactou mais de 1,5 bilhão de estudantes em 188 países, o que representa 91% de estudantes no mundo. Cenário no qual está incluído o Pontal do Paranapanema, mas que foi amenizado por ações conjuntas de gestores e profissionais da educação, em nível estadual e no âmbito regional, empenhados em transformar problemas em oportunidades de crescimento e evolução, com foco nos processos de ensino e de aprendizagem.

No último semestre ocorreram três encontros sobre meio ambiente e sustentabilidade; quatro de habilidades tecnológicas no contexto do Educa Pontal; Feira de Ciências e Matemática na pandemia: ações do núcleo multidisciplinar de biologia e matemática e do Programa de Residência Pedagógica da Unoeste; dois encontros com temáticas socioemocionais no contexto do Conviva-SP e dois de formações para os grêmios estudantis, desde a candidatura à posse dos eleitos. Ações avaliadas como muito positivas por equipe vinculada à gestão da Diretoria de Ensino. 

Taxa de aprendizagem

Para o dirigente regional de ensino, professor Enio Magro, o Educa Pontal é uma das parcerias com a Unoeste que tem dado muito certo. “Nós temos atendido especificidades do Pontal do Paranapanema nos oito municípios que compõem a nossa diretoria, que são Estrela do Norte, Narandiba, Rosana, Mirante do Paranapanema, Teodoro Sampaio, Sandovalina, Euclides da Cunha Paulista e Tarabai. O Educa Pontal é um programa que vem elevando a taxa de aprendizagem dos nossos estudantes. Foi possível verificar isso no ensino fundamental e médio, através da formação continuada de professores”, afirma.

“A Unoeste é uma grande formadora de professores, sendo que é muito importante observar a especificidade do Pontal; com a metade das escolas na zona rural. Essa parceria olha para esse perfil de estudantes, oriundos da pequena propriedade, da agricultura familiar. Temos professores que também são oriundos dos assentamentos”, explica para dizer que a contribuição da universidade tem ajudado a melhorar o vínculo com a comunidade com a construção de cidadania; através de ações contínuas mesmo em tempos de pandemia.

Articulações de programas 

Sobre o uso das tecnologias com orientação da Secretaria Estadual da Educação, a parceria com a Unoeste está permitindo que alunos e professores tenham feito o melhor uso possível. “A articulação dessas ações juntamente com o Inova, programa que foi lançado em 2020, mesmo que a pandemia tenha criado algumas dificuldades para a sua implantação, nós vivemos de forma remota uma formação muito boa por mestres e doutores da Unoeste para os alunos gremistas e professores, atendendo aos objetivos sustentáveis da ONU”, comenta o dirigente.

Lançado oficialmente em outubro de 2019 durante do Encontro Nacional de Ensino, Pesquisa e Extensão (Enepe), o Programa Educa Pontal tem a coordenação da Dra. Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos, pesquisadora vinculada ao Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação, que oferta mestrado e doutorado; e coordenadora dos cursos de Pedagogia presencial e a distância. Outros envolvimentos são da Pró-reitoria Acadêmica (Proacad), Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (PRPPG) e Pró-reitoria de Extensão e Ação Comunitária (Proext).

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem