CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Norte-americanos querem fazer estudos ambientais na Unoeste

São filhos de cientista e de bióloga que atua em uma ONG de proteção dos lagos no Estado de Wisconsin


email facebook twitter whatsapp Linkedin

Foto: João Paulo Barbosa Norte-americanos querem fazer estudos ambientais na Unoeste
Conversa com Alba Arana, do mestrado em Meio Ambiente

O cientista norte-americano Alex Converse esteve com a família em visita à Unoeste na manhã desta sexta-feira (17). Dois de seus três filhos estão interessados em intercâmbio de estudos na graduação, em iniciação científica e em projetos de extensão. Benjamin faz engenharia florestal e Alana meio ambiente, sendo que a caçula Elisabeth está no ensino médio. A mãe Dea Larsen Converse é biológica e mestre em políticas públicas, com a atuação em uma Organização Não Governamental (ONG) para a proteção dos lagos do Estado de Wisconsin.
 
O roteiro da visita foi iniciado nos setores de emergência e ambulatórios do Hospital Regional (HR) “Dr. Domingos Leonardo Cerávolo”, com o qual a Unoeste mantém parcerias que envolvem os cursos da área de saúde. Os visitantes estiveram acompanhados do coordenador do mestrado em Ciências da Saúde, Dr. Luís Euribel Prestes Carneiro, e da assessora de relações interinstitucionais Adiane Mitidiero. Depois, estiveram no Laboratório de Habilidades e Simulação (LHabSim), na Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente (Intepp) e na Pós-graduação.
 
No laboratório foram recebidos pelo diretor das Faculdades de Medicina da Unoeste, Gabriel de Oliveira Lima Carapeba, e pela coordenadora geral do curso em Presidente Prudente Nilva Galli. Os visitantes ficaram encantados com o que viram no laboratório instalado no campus I e também na visita ao campus II, conforme Adiane que contou sobre o interesse pelo intercâmbio, para o qual foram iniciados os entendimentos preliminares.
 
Alana passou alguns meses na casa do empresário do ramo educacional de idiomas Alessandro Altino, em Martinópolis (SP). Sua família veio buscá-la, aproveitando para conhecer o Rio de Janeiro e fazer outras viagens pelo Brasil. Na Intepp mantiveram contato com o gerente Luís Horácio Ramos Isique e se encontram com o também norte-americano Andrew Musselman, da empresa incubada Analytcs2Go. No mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional o encontro foi com a coordenadora Dra. Alba Arana.
 
Pesquisador vinculado à Universidade de Wisconsin-Madson, Converse tem um estudo interessante também vinculado ao meio ambiente, sobre Tai Chi Chuan como uma terapia potencial para portadores do transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDHA). Arte marcial chinesa que é uma prática relacionada aos movimentos da natureza, cujos exercícios corporais milenares têm relações com os elementos da natureza e são utilizados para fins terapêuticos pela medicina alternativa, por oferecer benefícios ao corpo e à mente.

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem