CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Ensino superior oferece visão mais ampla na troca de saberes

Relação com o ensino básico é vista por professores com dupla atuação como um nível complementando o outro


email facebook twitter whatsapp

Foto: Arquivo Ensino superior oferece visão mais ampla na troca de saberes
Professora Janaína: a relação ensino superior e básico é complementar

A dupla atuação no ensino universitário e na educação básica (fundamental e médio) tem proporcionado aos professores nessa condição fazer intercâmbio para moldar as aulas de presenciais para presenciais remotas, nestes tempos de pandemia do coronavírus e de isolamento social determinado por medidas restritivas do governo. O fato de a universidade ir além da aplicação do ensino, por produzir conhecimento (pesquisa) e promover extensão, proporciona desenvolver uma visão mais ampla para superar esse momento tão difícil para todos.

A Dra. Janaína Pereira Duarte Bezerra, o Dr. Tchiago Inague Rodrigues, e os mestres em Educação Everton Tomiazzi e Olga Maria de Andrade Pereira Boscoli, todos da Unoeste, entendem que a dupla atuação gera benefícios nas duas direções. Professora na Faculdade de Artes, Ciências, Letras e Educação de Presidente Prudente (Faclepp), nos cursos de Educação Física e Pedagogia, Janaína também atua no Colégio Anglo Prudentino há 15 anos, desde o seu estágio. Para ela, o trabalho simultâneo nos ensinos superior e básico ocorre de tal forma que um complementa o outro.

“Como na universidade atuo em cursos de formação de professores, preciso falar de escola, de postura docente e de trabalho pedagógico junto aos estudantes na educação básica. Isso possibilita um trabalho mais qualitativo na universidade”, comenta. Por lecionar em cursos de bacharelado, afirma que isso é uma preparação para atuação escolar. Entende que a universidade proporciona plenas condições de conviver em sua sociedade mais harmônica e com possibilidade de desenvolvimento para todos, inclusive nesse período de dificuldade.

Professor em cinco cursos da Unoeste, nos ensinos presencial e a distância, Everton está há 16 anos no Anglo e conta que nos dois níveis de ensino a situação é de reinvenção frente à pandemia do coronavírus; ainda que as duas instituições mantenham frequentes práticas inovadoras. “Alguns dos cursos nos quais leciono, de formação de professores, tendo essa perspectiva de sala de aula universitária, procuro associar às práticas que realizado no colégio e vice-versa”, pontua.

Tranquilidade – Na instituição na qual trabalha como diretora do ensino básico, Olga Maria disse que as férias foram antecipadas para a preparação dos professores na plataforma virtual. Quando as aulas voltaram, na universidade o ensino remoto já estava sendo praticado há 30 dias, de tal que pôde compartilhar com seus pares o lado humano da relação on-line entre aluno e professor. Conta que levou da Faclepp/Unoeste a instrução “Seja Você”, explicando ao professor que não precisa se reinventar no vídeo, proporcionando assim uma relação natural para oferecer tranquilidade e acolhimento aos alunos e seus familiares.

Com vivências nas modalidades presencial e a distância na Unoeste, além do Brado Cursos de preparação para vestibulares e no Colégio JP, o Dr. Tchiago diz que tem levado bastante do ensino superior para o básico, mas que o inverso também é verdadeiro. Assim como a Unoeste tem a plataforma Aprender e a usa de modo pleno, os colégios também têm os seus sistemas que são utilizados com frequência. Nesse período de pandemia, a dupla atuação de professores tem beneficiado os dois níveis.

Tchiago comenta que na extensão existe uma relação histórica de visitas e aulas teste; e que na pesquisa está trazendo o aluno do ensino médio para dentro da universidade através do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic-EM), ofertadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Programa que, para a próxima turma, está com as propostas de projeto em avaliação neste período, com a previsão das atividades no começo do segundo semestre do presente ano letivo.

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem